segunda-feira, 30 de novembro de 2009

PÃO E POESIA - FAZENDO HISTÓRIA À 12 ANOS

Poesia acompanha
café da manhã
Programa incorpora literatura ao cotidiano dos blumenauenses
Marli Rudnik

Blumenau - A poesia passou a fazer parte do café da manhã de muitos blumenauenses, desde que a Fundação Cultural de Blumenau implantou, em dezembro, o programa "Pão e Poesia". O pão quentinho vem embalado nos mesmos saquinhos pardos, que agora apresentam poemas de autores brasileiros e ibéricos, como o português Fernando Pessoa e o espanhol Federico Garcia Lorca. Mais de 20 panificadoras já aderiram ao programa, e a meta é atingir a totalidade dos estabelecimentos (cerca de 250) este ano.
A Fundação Cultural está cadastrando os poetas interessados em participar da 2º tiragem do "Pão e Poesia". Prevendo a grande demanda, o presidente da FCB, Bráulio Maria Schloegel anuncia a criação de um Conselho Editorial, com cinco escritores blumenauenses, que vão fazer a programação visual das embalagens. Hoje são os próprios donos das padarias que escolhem os textos, impressos na gráfica da FCB, com recursos do Fundo Nacional de Cultura (os empresários só fornecem os pacotes). "As padarias têm o pão, nós temos a poesia", justifica Schloegel. Cada poema é impresso no máximo em 500 sacos. Mais de 100 mil embalagens já estão circulando nas padarias dos bairros.



MULTIPLICAÇÃO
DOS PÃES

Quem sugeriu o uso de poemas em embalagens foi o poeta Lindolf Bell, que já colocou versos em camisetas, cartões postais, adesivos, garrafas e outros espaços inusitados. "Ele viu a idéia numa feira em Curitiba, só que em embalagens de presente. Nós adaptamos para as padarias", explica o presidente da FCB. O programa "Pão e Poesia" faz parte de outro projeto maior, o "Arte nos Bairros", iniciado em 1993 pela ex-presidente da Fundação, escultora Elke Hering (1940-1994), e representa uma alternativa para os poetas interessados em divulgar seu trabalho. Bráulio não descarta a possibilidade de publicar uma antologia dos poetas participantes, no final do ano.
Mais do que revelar talentos (muitos autores iniciantes estão mandando seus trabalhos para a Fundação), o programa está dando certo porque leva a poesia a lares onde não existem livros de poemas, e a pessoas não familiarizadas com os versos. "Muitos nunca leram um poema antes e estão descobrindo este prazer", diz Bráulio. O presidente do Núcleo dos Panificadores da Associação Comercial e Industrial de Blumenau, Sérgio Lange, proprietário da Panificadora e Confeitaria Aroma, afirma que os clientes não escondem a satisfação, quando descobrem os poemas nos pacotes de pão. "Alguns chegam a colecionar as embalagens, dizendo que não podem comprar livros".
O caráter educativo do programa fica por conta dos temas selecionados para impressão. Nos primeiros meses, o poeta blumenauense Geraldo Luz, falecido em janeiro de 1997, foi homenageado. Neste ano será destacado o trabalho do tubaronense Martinho Brüning, que faleceu no dia 05 de janeiro último. Concursos de poemas da rede municipal de ensino e as homenagens ao centenário de morte de Cruz e Sousa também serão lembrados nos pacotes de pão. "A poesia vai passar a fazer parte do dia-a-dia das pessoas, assim como o pão", garante o presidente da Fundação.
As artes plásticas de Blumenau também estão entrando nas casas dos blumenauenses, através dos calendários de 1998, confeccionados em serigrafia e ilustrados com obras de César Otacílio e Homero Moser. A Fundação Cultural confeccionou 150 calendários numerados e assinados a mão pelos artistas, selecionador por meio de concurso. "Quando o ano terminar, as pessoas podem recortar as ilustrações, emoldurar, e ter as reproduções das obras originais dos artistas", explica Schloegel.
FONTE: 
http://www1.an.com.br/1998/jan/24/0ane.htm

domingo, 29 de novembro de 2009

Pão & Poesia

Pão & Poesia é ampliado

O projeto Pão & Poesia da Fundação Cultural de Blumenau está sendo ampliado para todo o Estado, com um maior número de sacos de pão impressos. Em setembro foram distribuídos 30 mil poemas em Blumenau, Gaspar, Timbó, Pomerode e Indaial. Já em outubro o Pão & Poesia passou para uma tiragem de 120 mil poemas/mês, graças a uma parceria com a Incorpel, de Palhoça. Isso possibilitou levar o projeto também para as cidades de Criciúma, Orleans, Rio do Sul, Lages e Florianópolis. Para o próximo ano a Fundação Cultural pretende expandir o Pão & Poesia para outras cidades.

Poetas de Blumenau que quiserem participar podem enviar seus poemas para a Fundação Cultural. A meta é divulgar suas obras, provocar o hábito da leitura e o gosto pela poesia, principalmente às pessoas não familiarizadas com os versos e impossibilitadas de adquirir livros de poemas. Uma comissão vai selecionar os textos. Os interessados podem encaminhar suas poesias (com a devida autorização de publicação) para a Fundação Cultural de Blumenau – Centro de Publicação, Documentação e Referência em Leitura: Alameda Duque de Caxias, 64 ou para o e-mail editora@fcblu.com.br

Autores participantes

Ricardo Brandes Poema chuvoso
Ilka Bosse Tenho medo
Ivo Hadlich Tango
Fátima Venutti Canção de ninar
Neida Rocha O vaga-lume
Rosane Magaly Martins Êxtase
Tchello d´Barros S/ Titulo
Joni Kormann O meu destino
Paulo Roberto Wovst Leite Pó na estrada
Felipe Gruetzmacher Eis a questão: ser ou ter?
Maria de Fátima Baumgärtner O amor
Raquel Gastaldi Eu feliz
Cláudia Iara Vetter Nenhuma palavra
Fonte: Raquel Furtado, agente cultural FCB (3326 7511 e 9903 5403)
Jornalista: Marilí Martendal – MTb/SC 00694 JP. 3326 8124 e 9943 0235.

PÓ NA ESTRADA


Pago aumento para comer a poeira
sorrio ou me entristeço,
mas enfim sou transeunte desta via.
Deste caminho que se cruza,
deste olhar que se perde,
e busca o teu
em meio as janelas entreabertas
em meio ao calor e um pouco
de insatisfação.

Paulo Roberto Wovst Leite

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

"família Scolari"

 Libertadores 1999 
 
imagem, saudade


LOS PUMAS

ESPORTE, IMAGEM

VELHARIA


CURTO VINIL

AMÉRICA LATINA

DEFININDO, IMAGEM, REFLEXÃO

SMILE

 

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

sábado, 7 de novembro de 2009

Rodolfo Abrantes


Bola de Neve Blumenau
Rua João Pessoa, 1641 - Bairro Velha / Blumenau - Santa Catarina
Cultos: Domingo 18h30 / Terça-feira e Quinta-feira 20h

domingo, 13 de setembro de 2009

AUTORITARISMO

A lei é rígida e intransigente, torná- nos amargos e arrogantes,
religiosos e dado as discussões e dissensões, autoritários e sem
compaixão.



 REFLEXÃO,
 Paulo Roberto Wovst Leite.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Brasil em Porto Rico é campeão da copa América





Ressurgimento do Basquete brasileiro,
gracias Moncho Monsalve.
Brasil em Porto Rico é campeão da copa América em final disputada no dia 06/09/2009 às 22:00, horário de Brasília frente a representação local por 61x60. (ÉPICO)

ESPORTE, HOMENAGEM

sexta-feira, 17 de julho de 2009

"PERDIDOS"

Aconteceu dia 15/07 no teatro Carlos Gomes aqui em Blumenau a apresentação da peça Perdidos, uma adaptação da parábola do filho pródigo feita por Diva, professora de artes cenicas da Escolinha de Artes Monteiro Lobato.

HOMENAGEM, TEATRO

segunda-feira, 25 de maio de 2009

AUTENTICIDADE

Às vezes me questiono a respeito da forma como as pessoas se dirigem as suas escolhas pessoais.
Claro e é óbvio também sou uma pessoa, e é de bom tom dizer que não sou diferente de ninguém, também me questiono, me busco, nem sempre me encontro.
Afirmar com a maturidade, que descobrimos que deixamos de lado muitas coisas que gostamos ou sonhamos e que temos que buscar o verdadeiro eu, soa normal, não há nada de novo nisso (todo mundo o diz ou o faz), não é próprio há ninguém, iludi-se quem acha que é dono único e exclusivo deste pensamento.
Sempre sacrificamos algo em prol de um novo objetivo.
Exemplo:
_ Para casarmos temos que deixar de ser solteiros;
_ Deixar de ser individualistas;
_Deixar, deixar, deixar...
Replicar-me-ei o que quero dizer com isso?
Nada e tudo, o mundo é feito de escolhas, certas ou erradas, pouco importa, fazemos escolhas. Agora nomeá-las com o tempo é que me parece errado.
Quando coisas efêmeras tornam-se mais importante que lutar pela melhoria do que temos construído, muitas vezes com muito esforço, então está sendo feita uma nova escolha, porque já não se quer ir a fundo, não se importando com nada nem ninguém, como o fazemos quando saímos da casa de nossos pais para se juntar "com o nosso amor", e muita gente até briga com pai e mãe, rompe com amigos, enfim deixam tudo. E depois de um tempo ouvir essas pessoas de personalidade forte e lutadora se refugiar em declarações do tipo como a citada acima, deixando de ser lindas e fortes para se tornarem pessoas pusilânimes e auto piedosas, me dói.
A todos vocês o meu carinho e sejam felizes, por favor.

Mas sejam autênticos.

Nota do autor:
Sou dos seres humanos tão imperfeito, não sou melhor que os outros... Apenas sou.

REFLEXÃO,
PAULO ROBERTO WOVST LEITE.

BRINCADEIRA ENTRE AMIGOS BLOGUEIROS

Quinta frase completa na página 161 do livro:
MÍNIMOS, MÚLTIPLOS, COMUNS
DE JOÃO GILBERTO NOLL
"O melhor agora seria chegar ao destino."

RECOMENDO A LEITURA

domingo, 24 de maio de 2009

CELSO CANIBAL

PRAIA DO SONO

Um amigo foi pro paraiso, registrou essa imagem e me deu de presente.
Bom e velho amigo Celsão, quantas foram as estradas.
Uma honra estar em tua memória, fazer parte do rol de teus amigos.
Um grande abraço camarada!!!

HOMENAGEM, SAUDADE.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Final do "CAMPEONATO BRASILEIRO" de rugby.



alexbrunoviski



FONTE DA INFORMAÇÃO
http://www.youtube.com/alexbrunoviski


(O BANDEIRINHA ESTÁ DE CHINELO DE DEDO, A TRAVE É DE PVC E O JUIZ ESTAVA DE TENIS, OS JOGADORES SÃO BONS, PORÉM NÃO TEM APOIO NENHUM DO GOVERNO, DE ESTADO..NADA...NADA DÁ UM SENTIMENTO TRISTE DE VE...
(O BANDEIRINHA ESTÁ DE CHINELO DE DEDO, A TRAVE É DE PVC E O JUIZ ESTAVA DE TENIS, OS JOGADORES SÃO BONS, PORÉM NÃO TEM APOIO NENHUM DO GOVERNO, DE ESTADO..NADA...NADA DÁ UM SENTIMENTO TRISTE DE VER QUE O BRASIL NÃO APOIA O ESPORTE, ESTE JOGO É A FINAL DO BRASILEIRO, DEVERIA ESTAR MAIS ESTRUTURADO E COM MAIS APOIO DAS PESSOAS E GOVERNO )----O rugby é um esporte coletivo, que veio da Inglaterra, sendo hoje o segundo esporte de equipes mais popular no mundo, só sendo superado pelo futebol. Uma lenda diz que o esporte surgiu de uma jogada irregular do futebol, na qual um jogador do colégio de Rugby (situado na cidade inglesa com o mesmo nome, em Warwickshire), de nome William Webb Ellis, teria pegado a bola do jogo com as mãos e seguido com ela até a linha de fundo adversária, em 1823.

O Rugby só foi reconhecido como esporte pela Football Association em 1863.

Existem duas versões do rugby: o Rugby Union e o Rugby League.

O Rugby Union é a forma mais universal do jogo, sendo disputado por duas equipas de quinze jogadores, numa partida de duas partes de quarenta minutos. O objetivo do jogo é marcar o maior número de pontos.


Partida de rugby internacional atrai milhares de torcedores

Copa do Mundo de Rugby

A Copa do Mundo de Rugby é o principal evento entre seleções. Disputada a cada quatro anos, trata-se do terceiro evento esportivo mais visto no planeta (atrás apenas da Copa do Mundo de Futebol e dos Jogos Olímpicos). A última edição foi em 2003, na Austrália, com a Inglaterra vencendo os anfitriões na partida final.

Campeonato Brasileiro

O maior campeão brasileiro de rugby é o SPAC (São Paulo), que já levou a taça por 13 vezes. A equipe de São José já faturou 3 vezes(2002, 2003 e 2004).

Disputado em mais de 120 países, o esporte é extremamente popular, sobretudo nas partes do mundo de forte influência inglesa, como nas Ilhas Britânicas, na Austrália (Wallabies), na Nova Zelândia (All Blacks) e na África do Sul (Springboks), além da França (Les Bleus), sendo essas as grandes forças do esporte.

É também popular na Itália (Gli Azzurri), na Argentina (Los Pumas) e no Uruguai (Los Teros). Fora dos Jogos Olímpicos desde 1928, tudo indicava que o esporte voltasse à família olímpica nos Jogos de 2012, mas nada ainda foi confirmado pelo Comitê Olímpico Internacional.

Leia mais sobre o rugby.

Fonte: Associação Brasileira de Rugby
------------A equipe de rugby de São José disputa neste sábado (29), às 15h30, a última rodada do Campeonato Brasileiro de Rugby, enfrentando o Curitiba. A decisão será disputada no Campo do Centro Poliesportivo João do Pulo, no Jardim Satélite, com entrada gratuita ao público.

São José concorre ao título contra as equipes de Rio Branco e Niterói, que farão um confronto direto também neste sábado. Já o Curitiba não tem chances de ser campeão e joga apenas para cumprir tabela. Para ficar com taça os joseenses precisam vencer com quatro trys. Empate ou derrota não interessam ao clube. E em caso de vitória simples, por um try, dependerá de outros resultados.

A equipe joseense é tricampeã da competição (2002, 2003 e 2004) e busca no sábado o tetracampeonato, acumulando apenas uma derrota nesta temporada. A derrota aconteceu na terceira rodada quando perdeu por dois pontos (20 x 18) o jogo contra o Rio Branco R. C. em partida disputada fora de casa.

— A equipe treinou forte essa semana para enfrentar o Curitiba. Será um jogo decisivo que estamos esperando a mais de dois anos -- disse o técnico Maurício Coelho.

Os joseenses estão há dois anos na fila pelo título. Em 2005, foi vice-campeã, perdendo para Desterro RC (Sul) e em 2006 ficou fora da final.

Técnico convoca os joseenses!

— Esperamos o apoio do torcedor da nossa cidade. A expectativa é impor nosso ritmo de jogo desde o início da partida e criar uma boa vantagem no primeiro tempo. Estamos todos focados no título. Chegarmos ao tetracampeonato em casa será maravilhoso -- disse Maurício.

Antes da grande final adulta, a equipe feminina entra em campo contra o Curitiba, às 13h, e a equipe juvenil campeã por antecipação da região também enfrentará o Curitiba cumprindo tabela.

Técnico do São José vai disputar os Pan em 2011
Categoria: Esportes

DESCASO

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

DIZ BERNAL:

"Uma revolução começa a partir dos campos de batalha, mas, se se corrompe, mesmo que continue ganhando batalhas, ela já está perdida, todos fomos responsáveis. Deixamo-nos dividir e dirigir pelos concupiscentes, pelos ambiciosos, pelos medíocres.
Os que querem uma revolução de verdade, radical, intransigente, são por desgraça homens ignorantes e sanguinários. E os letrados só querem uma revolução pela metade, compatível com a única coisa que lhes interessa: enriquecer, viver bem, substituir a eleite."

Palavras de Bernal retiradas de um trecho do livro Revolução Mexicana.

Mas não serviria para a revolução comunista ou cubana?
Só como exemplo!

REFLEXÃO